Associação "Os Montanheiros"

Clube Desportivo Montanheiros

HISTÓRIA

A Associação os Montanheiros há vários anos que desenvolve atividades no âmbito dos desportos de montanha, seja ao nível do pedestrianismo (preparação dos percursos pedestres e realização de caminhadas), da escalada (formação de praticantes e de monitores, realização de treinos regulares, organização e participação em competições, dinamização de infraestruturas próprias) e, mais recentemente, em atividades como o Geocaching.

O CDM – Clube Desportivo Montanheiros com o objetivo de albergar a vertente competitiva de diversas modalidades desportivas, que antes existiam na associação na forma de secções. Com a criação deste clube pretendemos que seja esta entidade a assegurar e a contribuir de forma dinâmica para a prática, desenvolvimento e a promoção das modalidades desportivas, como é do seu objeto social, em particular desportos de montanha.

É com este passo tão importante, que reforçamos a nossa aposta nos desportos praticados na natureza, como o skyrunning, o canyoning ou a escalada, não deixando de parte outras atividades, que embora não sendo modalidades desportivas, são praticadas neste meio, como o Geocaching ou o pedestrianismo.

O Clube pretende apostar nos praticantes mais jovens da ilha Terceira para dar continuidade aos ótimos resultados conseguidos pela associação em diversas competições. É na captação dos praticantes para os escalões de formação desde tenra idade, que está a chave para os melhores resultados desportivos e tudo faremos nesse sentido.

Os Açores são incontestavelmente um palco de excelência para a prática destas modalidades, notando-se nos últimos anos um aumento exponencial no número de praticantes e de eventos realizados pelo que continuare

 

 

OBJECTO SOCIAL

O CDM – Clube Desportivo Montanheiros tem por objeto social o fomento e a prática direta de modalidades desportivas que possam ser praticadas em cenários naturais ou outros, sendo exemplo disso desportos de montanha, Escalada, a Orientação, o Parapente e outros pelos quais o clube se possa vir a interessar.

  • No âmbito das suas atribuições e na prossecução ao do seu objeto social, o CDM tem por fins específicos:
  • Promover as varias modalidades desportivas, praticadas ou do interesse do clube, nas suas diferentes vertentes: Divulgação, Experimentação, Formação e Competição;
  • Organizar competições nas modalidades desenvolvidas pelo CDM e estar disponível para colaborar com associações, federações, empresas ou outras entidades na coorganização das mesmas;
  • Competir, através da inscrição de atletas, em provas organizadas pelo CDM e/ou por outras entidades;
  • Fazer-se representar, por elementos dos órgãos sociais do CDM ou outro associado efetivo para isso mandatado, em eventos organizados por outras entidades, sejam de competição ou não;
  • Participar em eventos direta ou indiretamente relacionados com os desportos de montanha e escalada, ou outros desenvolvidos ou do interesse do CDM;
  • Divulgar as modalidades desenvolvidas pelo CDM, como por exemplo os desportos de montanha e escalada, veiculando informação sobre as mesmas ou procedendo a demonstrações em exibições e festivais;
  • Formar e treinar atletas e praticantes, através de programas de formação próprios ou protocolados com outras instituições;
  • Fornecer informação e apoiar iniciativas que visem o desenvolvimento das modalidades praticadas ou do interesse do clube, organizadas por estruturas federativas ou outras entidades, conseguindo com isso a promoção do CDM e do desporto em geral;
  • Promover os valores de ética e disciplina no desporto, junto dos atletas e praticantes do clube, conducente a uma pratica em estreita sintonia com aquelas que são as orientações emanadas superiormente por estruturas associativas e federativas da área, e com os valores cívicos gerais;
  • Estabelecer um clima de confiança, segurança, justiça e igualdade de tratamento, entre os atletas e praticantes do clube;
  • Garantir a todos os interessados a oportunidade de acesso as suas atividades, criando as exceções necessárias, se para tal for necessário;

 

ÓRGÃOS SOCIAIS

  • Presidente: Paulo José Mendes Barcelos
  • Secretário: José Maria Ferreira Botelho
  • Tesoureiro: José Gabriel da Rosa Ficher
  • Conselho Fiscal: Gil da Silva Navalho
  • Diretor Técnico: António Paulo Vaz Soares