EFEMÉRIDES NA HISTÓRIA DOS MONTANHEIROS

JANEIRO

Dia 1- 1980 - Sismo de magnitude 7,1 na escala de Richter abalou as ilhas Terceira e São Jorge com uma intensidade de IX e VIII na escala de Mercalli , com a duração de 11 segundos. Foram registadas 71 vítimas mortais, 51 na Terceira e 20 em São Jorge e mais de 400 feridos. Grande parte do parque habitacional da ilha Terceira ficou destruído. A sede dos Montanheiros que na altura era na Rua de São João nº108 2ºandar ficou completamente arruinada. Até Dezembro de 1986 as assembleias e reuniões realizavam-se na Av. Ten-Cor. José Agostinho.

Dia 1 - 1984 - Integrado nas comemorações do 20º Aniversário dos Montanheiros inaugurou-se um monumento a perpetuar a memórias das vítimas do sismo de 1980, construído pelos Montanheiros e colocado no gaveto do Cruzeiro, no cimo da Ladeira de São Francisco. A placa foi descerrada pelo Presidente da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo Prof. Leopoldino Tavares. Contém a seguinte inscrição: “Sismo de 1.1.80 / 15h42 grau VII VIII Mercalli / Duração de 11 segundos / Homenagem aos que pereceram / Gratidão a quantos no mundo, estiveram connosco”.

Dia 1 - 1991 - Explorou-se e mediu-se neste dia o Algar do Negro e a Gruta do Mistério, nas proximidades a Lagoa do Negro. A equipa era constituída por 6 elementos. O Algar do Mistério havia sido descoberto num intervalo dos preparativos para a Missa de Natal que se realizou no dia 25 de Dezembro na Gruta do Natal.

Dia 1 -1992 - Neste dia alguns elementos dos Montanheiros exploraram a Gruta da Canada do Laranjo, nos Altares.

Dia 5 - 1991 - Início dos trabalhos de desobstrução de parte da Gruta do Chocolate, nos Biscoitos, com recolha de amostras durante as escavações. A equipa era constituída por 7 elementos

Dia 8 - 1978 - A Gruta do Natal abriu ao público neste dia, integrado nas comemorações de Natal, que tiveram o seu ponto alto na Missa de Natal, no dia 25 de Dezembro de 1977.

Dia 11 - 1994 - Neste dia faleceu João Mendonça Silva um dos elementos mais ativos dos Montanheiros nos finais da década de 80 e princípios da década de 90. Ocupou vários cargos na Associação sendo o último de presidente da Assembleia Geral.

Dia 11 - 1995 - O membro dos Montanheiros Fernando Pereira ("Pardal") deslocou-se à ilha do Pico, a pedido do Serviço Regional de Proteção Civil, a fim de descer o Algar do Cabeço Bravo para retirar umas ossadas humanas, que haviam sido descobertas por um grupo de 2 espeleólogos do “Espeleo Clube de Torres Vedras” a 4 de Janeiro. Ficou conhecida como Operação Bravo.

Dia 12 - 1991 - Reconhecimento e medição da Gruta da Achada. Neste mesmo dia localizou-se a Fenda do Biscoitinho na Serreta.

Dia 19 - 1991 - Efetuou-se a medição da Fenda do Biscoitinho, da Fenda da Cova do Caldeirão, nas proximidades do Pico Negrão e da Fenda do Pico Gaspar.

Dia 19 - 1992 - Reconhecimento do Algar do Funis, que segundo parece terá sido este o algar descrito por F. Fouqué no século XIX, no seu livro "Voyages Géologiques aux Açores" de 1873. Segundo o naturalista francês seria de grandes dimensões. A equipa dos Montanheiros encontrou-o obstruído, tendo sido decidido fazer a desobstrução assim que possível.

Dia 20 - 1991 - Medição do Algar do Pico do Gaspar e Gruta do Coelho por uma equipa de 6 elementos.

Dia 21 - 1996 - Uma equipa constituída por Fernando Pereira, Paulo Barcelos, Luís Vasconcelos, Paulo Dinis e José Maria, inicia a exploração de uma nova entrada da Gruta dos Balcões descoberta em 1991. Mediu-se mais de 500 m de gruta e descobriu-se a ligação aos Balcões através de um orifício lamacento.

Dia 22 - 1995 - No dia 22 e 29, uma equipa de vários Montanheiros deslocaram-se ao Algar dos Funis com o intuito de desobstruir o mesmo.

Dia 26 - 1893 - Primeira descida ao Algar do Carvão de que se tem conhecimento, concretizada por Cândido Corvelo, da Terra-chã, dono daquelas pastagens, José Luís Sequeira e outros. O relato da descida foi publicado no periódico "Cartão de Visita" no dia 31 de Janeiro de 1893. Mais tarde o “Tio” Cândido mandou cortar o cedro onde os entusiastas amarravam a corda, por onde desciam e subiam, a fim de lhes esfriar os ânimos, segundo a palestra dada ao Rádio Clube de Angra pelo Ten. Cor. José Agostinho (http://siaram.azores.gov.pt/naturalistas/jose-agostinho/audio/1966-41.html). Só existem registos de novas descidas em Outubro de 1934 e depois no inicio dos anos 60, quando o Algar do Carvão foi finalmente completamente explorado e os seus segredos descobertos.

Dia 27 - 1991 - Localizou-se neste dia um algar nos pastos de Felisberto Joaquim em São Sebastião. Também um grupo de Montanheiros dirigiu-se à encosta da Serra do Morião em busca da localização da Furna do Frade. A furna encontrava-se tapada.

Dia 31 - 1971 - Tentativa de arrombamento da entrada do túnel do Algar do Carvão. Como a tentativa falhou os vândalos resolveram colocar pedras a tapar a porta.

 

FEVEREIRO

Dia 1 - 1981 - Os Montanheiros promoveram uma caminhada com caracter turístico e científico ao maciço do Pico Alto, com a finalidade de mostrar a magnífica panorâmica que daí se consegue vislumbrar.

Dia 2 - 1991 - Descida e medição do Algar existente nos pastos do Sr. Felisberto Joaquim em São Sebastião.

Dia 3 - 1991 - Início dos trabalhos topográficos na Galeria Queimada, também conhecida por Cafua Velha. Os trabalhos também se realizaram nos dias 10, 16, 17, 27 e 28 do mesmo mês.

Dia 7 - 1968 - Iniciaram-se as obras de construção da estrada de acesso ao Algar do Carvão, numa iniciativa dos Montanheiros e com a colaboração, numa 1ª fase apenas da mão-de-obra dos associados e posteriormente do Ministério das Obras públicas e da colaboração do programa “People to People”, da Base Aérea Nº4 das Lajes.

Dia 7 - 1971 - As portas do túnel de acesso ao Algar do Carvão foram arrombadas por cidadãos americanos.

Dia 10 - 1991 - Reconhecimento, exploração e medição da Gruta de Santo António no Porto Martins.

Dia 11 - 1990 - Realizou-se um levantamento topográfico da Gruta da Madre Deus no Porto Martins.

Dia 11 - 1996 - Continuação dos trabalhos topográficos no novo troço das Gruta dos Balcões, situada nos Biscoitos.

Dia 14 - 2004 - Uma baleia corcunda, de nome científico Megaptera novaeangliae, encalhou na costa de Santa Bárbara, ilha Terceira. Os Montanheiros fizeram deslocar ao local uma equipa de 3 elementos composta por José Botelho, Fernando Pereira e Paulo Barcelos, com o fim de proceder ao registo fotográfico do acontecimento. A baleia com 6 a 7 metros de comprimento estava num estado de decomposição inicial.

Dia 20 - 1998 - Montanheiros dão a conhecer, a várias entidades a formalização das Secções de Escalada e Parapente dos Montanheiros.

Dia 22 - 1992 - Missão de resgaste do jovem italiano Maurizio Beltramo, de 24 anos, membro da organização Le Patriache , que ao tentar descer a rocha no sítio do "Canto dos Doidos", na Fajã da Serreta, escorregou e caiu a cerca de 60 metros na falésia. Aí esteve retido durante quase 10 horas, até chegar o auxílio primeiros dos Serviço de Bombeiros e depois dos Montanheiros. O membro dos Montanheiros Fernando Pereira conseguiu chegar e amarrar o jovem que chegou ao cimo são e salvo.

Dia 27 - 1978 - Montanheiros participam à polícia o facto de o Algar do Carvão ter sido novamente alvo de arrombamento, tendo sido forçado a fechadura da porta do túnel de acesso.

Dia 28 - 1967 - Por alvará nº 12/67 de 28 de Fevereiro foram finalmente aprovados os estatutos da associação, com a denominação de “Montanheiros - Sociedade de Exploração Espeleológica”, pelo Sr. Governador Civil do Distrito Autónomo de Angra do Heroísmo, adquirindo os Montanheiros personalidade jurídica. Decorreram mais de 4 anos entre a redação e a aprovação dos mesmos.

 

MARÇO

Dia 1 - 1992 - Trabalhos topográficos na Gruta das Agulhas e Gruta das Mercês.

Dia 3 - 1991 - Desobstrução da parte inicial da Gruta das Agulhas, na base do Pico do Refugo.

Dia 3 - 1990 - Começou neste dia a missão “Montanha-90”, expedição bioespeleológica na ilha do Pico. Fez-se o levantamento topográfico da Gruta dos Montanheiros e Gruta do Soldão ou da Malha, Visitou-se a Gruta das Torres, Gruta da Agostinha e Furna do Frei Matias. No caso da Gruta das Torres foi uma das primeiras explorações.

Dia 4 - 1987 - Os Montanheiros pedem aos Bombeiros de Angra, a cedência de um gerador para efetuar a iluminação do interior do Algar do Carvão, no dia 22 de Março, para uma visita de pessoas interessadas em ver a lagoa cheia de água, que estava a um nível recorde de 27 metros.

Dia 6 - 1991 - Neste dia efetuou-se o levantamento topográfico da Gruta das Agulhas, no Porto Judeu.

Dia 7 - 2004 - Medição da Gruta da Terra Mole, nos Biscoitos e da Fenda dos Algares, nos Altares.

Dia 8 - 1987 - Primeira exploração da Gruta do Chocolate nos Biscoitos.

Dia 10 - 1991 - Efetuou-se neste dia trabalhos de desobstrução da Gruta do Coelho, próxima da Lagoa do Negro. Também se localizou neste dia o Algar do Pico das Dez em Santa Bárbara.

Dia 14 - 1983 - Montanheiros expõem a várias entidades públicas o problema das extrações ilegais de bagacina no Pico do Carvão.

Dia 15 - 1964 - Os Montanheiros estabeleceram a ligação entre a Gruta do Madre Deus e o algar da Madre Deus, quando descobriram uma garrafa deixada por exploradores 24 anos antes. A passagem é de extrema dificuldade mas permite que se possa percorrer a gruta sem ter que se fazer a descida vertical pelo algar.

Dia 15 - 1992 - Efetuaram-se trabalhos topográficos na Gruta da Branca Opala, Grutas dos Balcões e Gruta do Coelho.

Dia 22 - 1964 - Neste dia os Montanheiros desceram pela segunda vez ao Algar do Carvão. Ao contrário da descida de Agosto de 1963, não foi utilizado o sistema de cadeira, mas sim o sistema de calção, mais seguro e rápido.

Dia 22 - 1992 - Descida ao Algar do Canadão na Serra de Santa Bárbara.

Dia 22 - 1967 - Palestra proferida pelo Prof. Vítor Hugo Forjaz, na sede dos Montanheiros, em que foram apresentados e comentados vários diapositivos coloridos de recentes estudos oceanográficos no Atlântico e da atividade do vulcão dos Capelinhos.

Dia 23/24 - 1991 - II Ronda “Os Montanheiros” Passeio Todo-o-Terreno. Com uma extensão aproximada de 200 km, com início no Porto de Pipas (às 12:30) e chegada ao mesmo local às 16:00 do dia seguinte. Participaram 17 Jeeps e 9 motos.

Dia 25 - 1991 - O Algar do Carvão é visitado pelo Duque de Edimburgo, que se deslocou à região a convite de S. Exa. o Ministro da Republica para os Açores. Sua Alteza o Príncipe de Inglaterra deixou a sua assinatura no Livro de Ouro de “Os Montanheiros”

Dia 27 - 1992 - Trabalhos topográficos na Gruta do Coelho próxima da Lagoa do Negro.

Dia 28/29 - 1997 - No dia 26 e 29 realizou-se a travessia da ilha Terceira, da Serreta à Praia da Vitória. Durou dois dias e os 36 participantes acamparam no Pico Alto. Com o nome de "Travessia Radical" esta iniciativa contou com o apoio da Cruz Vermelha.

Dia 28 - 1991 - Expedição à ilha do Pico para fazer a topografia e filmagem da Gruta das Torres. Fez-se ainda filmagens na Gruta dos Montanheiros. A expedição ficou conhecida por "Torres 91" e durou até ao dia 4 de Abril, tendo participado 7 elementos dos Montanheiros (Luis Pimentel, Fernando Pereira, José Manuel, Paulo Borges, Manuel Aguiar, Luis Vasconcelos e José Maria Botelho). Por solicitação do Pres. da Câmara Municipal da Horta, os Montanheiros deslocaram-se ao Faial para explorar uma gruta na zona da Lombega, Castelo Branco, que ficou depois conhecida por Gruta das Anelares, devido às duas estalactites lávicas de forma invulgar.

Dia 30 - 2003 - O Grupo de Trabalho para o Estudo do Património Espeleológico dos Açores (GESPEA) realiza uma campanha Bioespeleológica na ilha do Pico (PICOSPEL 2003), por forma a poder aferir e padronizar, os dados existentes no Inventário do Património Espeleológico dos Açores (IPEA). A equipa de trabalho é constituída pelos membros da Comissão Executiva do GESPEA, um elemento dos Montanheiros (Fernando Pereira) e alunas integradas no programa Estagiar-L.

 

ABRIL

Dia 1 - 1980 - O vulcanólogo William Halliday esteve na ilha Terceira, acompanhado da esposa, e a convite dos Montanheiros. Visitou várias grutas na ilha Terceira e preparou um trabalho que apresentou num simpósio em Trieste, Itália.

Dia 1 - 1992 - Efetuaram-se trabalhos topográficos na Gruta da Madre Deus, no Porto Martins

Dia 1 - 1993 - Os Montanheiros fazem uma denúncia pública nos jornais sobre o atentado ecológico ocorrido na Lagoa do Ginjal, nos Cinco Picos, na ilha Terceira. A construção e um caminho do IROA e a retirada de água por parte e lavradores levou a que a lagoa estivesse quase vazia.

Dia 8 - 1988 - Devido à fraca iluminação na Furna do Enxofre, na ilha Graciosa, os Montanheiros solicitam à Câmara Municipal de Santa Cruz, transporte, equipamento e alojamento de uma equipa de 5 elementos que pretendem renovar a iluminação. O Governo Regional visitou a mesma Furna do Enxofre alguns dias depois.

Dia 9 - 1964 - Neste dia os Montanheiros mandou um ofício para o Diretor Geral dos Desportos e ao Ministro da educação Nacional a pedir a aprovação dos estatutos que, desde Dezembro de 1963 esperavam por aprovação. A mesma só veio a acontecer em 1967.

Dia 12 -1988 - Os Montanheiros fazem a sua inscrição na Federação Portuguesa de Espeleologia

Dia 14 - 1994 - Neste dia colocou-se o monumento “Os Montanheiros e a Natureza” da autoria de Renato Costa e Silva, no triângulo de acesso à estrada que vai para o algar do Carvão.

Dia 18 - 1994 - Integrado no programa da Presidência Aberta à Terceira o Algar do Carvão foi alvo de uma visita pelo Presidente da República Dr. Mário Soares acompanhado pelo Dr. Mota Amaral, havendo aí também uma exibição do grupo de folclore “Os Bravos” e uma exposição fotográfica sobre o património natural.

Dia 22 - 1998 - Os Montanheiros dão início ao projeto de construção de uma casa-abrigo sobre a entrada da Gruta do Natal.

Dia 22 - 2005 - O Algar do Carvão reabre após concluídas obras no melhoramento dos acessos, nomeadamente nas escadarias de acesso e patamares interiores, ao nível do piso, largura e altura dos degraus bem como a largura da escadaria, houve um aumento e reforço dos muros guarda e colocou-se um corrimão de apoio para facilitar a subida. Completou-se também a colocação de iluminação pedonal.

Dia 24 - 1983 - Passeio organizado conjuntamente com a ACM, subindo à Serra do Morião e passando para a Serra da Ribeirinha.

Dia 25 - 1992 - Programa de Caminhadas “Ilha Viva 92” “Lagoas da Serra”. Mais de 100 Participantes dos quais uma parte significativa eram membros da Cruz Vermelha a participar num exercício. Passeio em que o guia ficou acidentado e o grupo acabou às 20:15, com um atraso de 3 horas.

 

MAIO

Dia 1 - 1971 - Durante este mês reconstrui-se a escadaria em madeira de acesso ao Algar do Carvão que havia sido destruída por atos de vandalismo no ano anterior.

Dia 1 - 1966 - Durante a escavação do túnel de acesso ao Algar do Carvão os Montanheiros deparam-se com uma camada de rocha bastante compacta (traquitos), tendo sido muito difícil rompê-la.

Dia 8 - 1991 - Os Montanheiros participam em conjunto com a Cruz Vermelha na prestação de auxílio aquando a visita do Papa João Paulo II á ilha Terceira

Dia 13/17 - 2004 - Realização do XI Simpósio Internacional de Vulcanoespeleologia que decorreu na vila da Madalena, ilha do Pico. Foi organizado pela Secretaria Regional do Ambiente e o GESPEA. Efetuaram-se expedições à ilha De São Jorge, Faial, Terceira, Graciosa e São Miguel. De destacar neste simpósio o reconhecimento da importância mineralógica do Algar do Carvão, classificado com uma das dez cavidades vulcânicas mais importantes do mundo.

Dia 16 - 1992 - No dia 16 decorreu na ilha do Pico uma operação simulada de busca e salvamento denominada "Montanha 92", em que participaram a Marinha, Proteção Civil (Bombeiros, Cruz Vermelha) e os Montanheiros. Foi organizada pelo Comando Aéreo Português.

Dia 19/20 - 1990 - Nestes dias decorreu a "Ronda dos Montanheiros", que consistia num passeio motorizado de jeeps e motos, com um percurso dividido em três partes e tendo como base o Algar do Carvão. O objetivo não tinha natureza competitiva, mas somente dar a conhecer os locais paisagísticos da ilha Terceira e promover o convívio entre os participantes.

Dia 21 - 1993 - Montanheiros convidam o diretor do Diário Insular, da União e de várias rádios locais, a participar numa caminhada e terem a possibilidade de verem “in loco”, a deposição indiscriminada de lixo, em locais impróprios.

Dia 21/26 – 1989- Entre ao dias 21 e 26 os Montanheiros deslocaram-se ao Pico. A missão com o nome de "Biospel 89" visitou diversas grutas especialmente a Gruta dos Montanheiros.

Dia 23 - 1988 - Neste dia começou o programa de caminhadas dos Montanheiros, em colaboração com a DRAC, com o nome de "Naturalmente Natureza 88". Esta primeira caminhada foi entre o Pico Alto e o Pico do Boi. Foi este o primeiro ano em que houve uma calendarização antecipada dos passeios, assim como a sua divulgação adequada.

Dia 23 - 2010 - Neste dia faleceu Jorge Silva, conhecido para os amigos como Jorge "Espadinha". Foi um dos membros fundadores dos Montanheiros e membro ativo do grupo durante mais de 40 anos. Ocupou diversos cargos entre estes de presidente da Direção e presidente da Assembleia Geral.

Dia 25/27 - 1990 - Expedição "Missão São Jorge 90" que explorou várias grutas na ilha de São Jorge, em particular as Bocas de Santo Amaro, onde se fez o levantamento espeleométrico (perfil) e colocou-se armadilhas para recolhas biológicas. Também se explorou a Gruta da Beira e a Gruta do Leão. Participaram desta expedição o Fernando Pereira, Manuel Aguiar, Luís Parreira, Marcelina Alvez, Palmira Fernandes e Luís Vasconcelos.

Dia 28 - 1970 - Neste dia começou-se a fazer a escadaria de madeira de acesso à lagoa do Algar do Carvão. Era dotada também de um cais e uma jangada. Foi durante a construção que o mestre Manuel Machado Gorgita caiu à água tendo sido a primeira pessoa a nadar na lagoa.

Dia 30 - 1983 - Neste dia saiu a declaração de Utilidade Publica pelo Governo Regional aos Montanheiros no Jornal Oficial, resolução 58/83.

Dia 30 - 1973 - Os Montanheiros fizeram um curso de espeleologia com vista a despertar nas camadas mais jovens o interesse por esta atividade. As aulas teóricas foram ministradas na sede pelo Presidente da Direção e por um professor do liceu, ocorrendo as práticas a partir do dia 16 na Furna do Cabrito, na Gruta dos Principiantes e Gruta dos Balcões.

 

JUNHO

Dia 1 - 1994 - Missão espeleológica "Bocas do Fogo 94" à ilha do Pico. Exploraram-se as três mais profundas "bocas" na Lomba do Fogo e ainda a Gruta do Cabeço da Negra, Gruta do Sumidouro, Gruta das Laranjeiras, Algar do Alto do Morais, Furna do Manuel José de Lima, Furna dos Vimes, Gruta do Capitão-Mor, Gruta dos Castelhanos (apenas a entrada) e na ilha do Faial a Gruta do Cabeço do Canto. Participaram oito elementos: Luis Pimentel, Jorge Silva, Marcelina Alves, Alfredo Moniz, Manuel Aguiar, José Botelho, Luis Vasconcelos e Fernando Pereira.

Dia 5 - 2002 - Curso de Iniciação ao Montanhismo, na sede dos Montanheiros com 11 participantes. Organizado pela secção de escalada dos Montanheiros. Curso ministrado pelos formadores credenciados pela Escola Nacional de Montanha da Federação Portuguesa de Campismo, Joaquim Alves e António Coelho.

Dia 5 - 2000 - Algar do Carvão aberto ao público, depois de concluídas as obras de ampliação do túnel e da casa de apoio.

Dia 7 - 1992 - Explorada pela primeira vez a Gruta da Cascata, nos Biscoitos, que havia sido descoberta uma semana antes, a 31 de Maio.

Dia 6 - 1991 - Expedição à ilha do Pico com o nome "Arcospel 91". O principal objetivo foi a exploração da Gruta dos Arcos, na freguesia das Bandeiras, localizada pelo Núcleo Espeleológico daquela ilha. Explorou-se também a Furna da Igreja, algar do Tambor, Lanchão, Gruta do Tanquinho, Algar do Cabeço Bravo, Gruta do Cadete, Furna do Frei Matias, Algar do Cabeço da Negra, Gruta do Galeão, Gruta do Soldão e Furna Nova.

Dia 9/11 - 1967 - Decorreu entre os dias 9 e 11 de Junho a primeira expedição, com pernoita, à Gruta dos Balcões. Grupo constituído por: Américo Luís, Eovaldo Moniz, José Manuel, Manuel Aguiar da Silveira e Jorge Gonçalo. Estiveram 50 horas no interior. Entraram às 21:00 da Sexta-feira (dia 9) e comunicavam com o exterior de meia em meia hora. Saíram perto das 23:00 de Domingo (dia 11). Não conseguiram explorar a gruta toda.

Dia 10 - 1964 - Descida ao Algar do Carvão, e levantamento topográfico no exterior pelo topógrafo Garcia Pedro, orientado pelo Sr. Eng.º Fernando Codorniz Fagundes, e no interior por Ulisses Bettencourt agente técnico de Engenharia e o desenhador Péricles Órtins.

Dia 10 - 1994 - No decurso das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, foi entregue aos Montanheiros a atribuição do título de Membro Honorário da Ordem de Mérito.

Dia 14/15 - 2003 - Prova de aventura, “Challenger”, juntou 8 equipas distribuídas por grupos de 3 concorrentes, no sopé do Pico Alto. Contou com provas de orientação noturna, trilhos de aventura e de uma competição em bicicleta.

Dia 15 - 1993 - Missão “Alvo Moreno 93” à ilha Graciosa. Participaram Aguiar Silva, José Maria, Jorge Silva e Luís Pimentel com o objetivo de encontrar a entrada para a Furna do João Moreno. Desobstrui-se o que se pensava ser uma das entradas para a gruta, junto ao Largo do Calhau Miúdo, com uma retroescavadora da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa. Explorou-se ainda a Furna do Calcinhas e visitou-se novamente a Furna da Maria Encantada, a Furna do Lavar, Furna do Beber e Furna do Moinho.

Dia 16 - 1990 - Decorreu nesses dias a expedição científica "Santa Maria 90" organizada pela Universidade dos Açores. Participaram pelos Montanheiros: Fernando Pereira, Manuel Aguiar e Paulo Borges. Visitou-se a Gruta de Santana e Furna das Pombas.

Dia 18 - 1988 - Neste dia realizou-se a cerimónia de abertura oficial do Algar do Carvão pelas 21 horas e dos seus novos acessos e eletrificação concluída.

Dia 18 - 1992 - Inaugurou-se a Sala-Museu Machado Fagundes, após muitos meses de árduos trabalhos e dispêndio de verbas, mas também com um apoio da Direção Regional dos Assuntos Culturais e da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

Dia 21 - 1970 - O Algar foi aberto à visitação, das 9:30 às 17:00 horas, após terminar a última fase de um 1º programa de aproveitamento turístico do Algar do Carvão. A escada da lagoa estava pronta e a iluminação ficou a cargo de projetores que foram instalados para o efeito. Havia que se descer 365 degraus até chegar ao cais e à jangada na lagoa. Só a jangada registou um movimento de 610 pessoas neste dia. Mais de 4 000 pessoas visitaram o algar durante os dias das Sanjoaninas em que esteve aberto ao público

Dia 24/28 - 1991 - Missão S.O.S. Pico Os Montanheiros Manuel Aguiar, Fernando Pereira e João Silva, a pedido da Proteção Civil, foram ao Pico colaborar na tentativa de localizar o cidadão inglês de 72 anos Hugh Wood, que ao tentar escalar a montanha do Pico em más condições atmosféricas, desapareceu.

Dia 25 - 1972 - Integrada nas Festas da Cidade os Montanheiros abriram a visitação à Gruta das Agulhas, no Porto Judeu, entre as 13:00 e as 16:00.

Dia 26 - 1993 - Levantamento fotográfico à Furna da Rua Longa, Biscoitos.

Dia 29 - 1979 - Integrado nas Sanjoaninas ocorreu uma mostra filatélica e espeleológica na sede de Os Montanheiros.

 

JULHO

Dia 1 - 1972 - Uma expedição do Montanheiro José Machado Fagundes, com a valiosa colaboração de: Norberto Félix Machado, Sérgio Berquó Avelar, Rufino Cordeiro Dias Pereira e António Silva Costa, à ilha graciosa onde visitaram: a Galeria do Forninho (que durante muito tempo serviu de cozinha, de adega e de forno), Furna do Lavar e Furna do Castelo ou da Maria Encantada.

Dia 3 - 1966 - Localizada pela primeira vez pelos Montanheiros uma das aberturas da Gruta dos Balcões, então conhecida por Furna Funda, após alerta da sua existência por uma pessoa dos Biscoitos neste mesmo ano. Entraram e percorreram cerca de 500 m.

Dia 4/11 - 1989 - Expedição Científica “Flores 89" organizada pelo Departamento de Biologia da Universidade dos Açores com a participação dos Montanheiros (Manuel Aguiar Silva, Fernando Pereira e Luis Parreira).

Dia 5 - 1966 - Segunda expedição à Gruta dos Balcões. Cinco pessoas saíram da gruta já depois da meia-noite após terem percorrido 2 000 m, sem chegarem ao fim. Atribuíram-lhe o nome de Galeria dos Balcões.

Dia 11 -1997 - A Direção Regional dos Recursos Florestais, autoriza a cedência a título precário de uma parcela de 109m2, de terreno baldio com vista à construção de uma casa-abrigo junto à Gruta do Natal.

Dia13/18 - 1971 - Abertura do Algar dos Montanheiros em S. Roque do Pico. A gruta foi eletrificada e construíram-se uma escada de acesso. Realizou-se uma Missa no dia 18 de Julho pelo D. José Vieira Alvernaz.

Dia 13 - 1996 - Neste dia terminou a Missão “Rocha dos Bordões 96” à ilha as Flores. A pedido da Secretaria Regional do Turismo e Ambiente, Os Montanheiros fizeram deslocar uma equipa de 7 elementos (Jorge Silva, Fernando Pereira, Luís Vasconcelos, José Duarte, Paulo Barcelos, José Maria e Sandro Silva), a fim de proceder à missão de Utilidade Pública de limpeza da Rocha dos Bordões, da vegetação que a cobriu, a fim de realçar novamente o património geológico que ali está. Tiveram apoio dos Bombeiros voluntários de Santa Cruz.

Dia 15 - 1973 - Neste dia terminou a 3ª expedição com pernoita à Gruta dos Balcões. O grupo era composto por Américo Luís, Jorge Silva, Leonel Castanha, Fátima Marília Cabral Rodrigues e Maria Cecília Rodrigues Meneses. Entraram no dia 8 e permaneceram 8 dias no subsolo. À entrada e à saída foram feitos exames médicos pelo Dr. Ramiro Lima. O objetivo principal foi a desobstrução de uma sala a 2800 m da entrada, que havia ficado obstruída entre a primeira e a segunda expedição a esta gruta. Levou-se 300 kg de mantimentos e material diverso para a gruta. Foi montado um sistema telefónico para comunicações com o exterior e com a brigada de apoio composta por 12 pessoas.

Dia 15 - 1983 - Montanheiros escrevem a várias entidades a solicitar, que têm de ser tomadas medidas cautelares urgentes, a fim de se acabar com a exploração de bagacina na encosta poente do Pico do Carvão, ilha Terceira

Dia 16 - 1982 - A PSP de Angra do Heroísmo capturou e enviou a tribunal 3 militares norte-americanos, com idades entre os 20 e 23, que entraram no Algar do Carvão usando uma chave falsa, e que tinham já destruído 3 estalactites e uma estalagmite. Foram avistados por trabalhadores na área que os denunciaram sendo capturados pela polícia em flagrante ainda dentro do Algar. O Juiz da Comarca deliberou entregar os 3 militares às autoridades americanas, dando-lhes um prazo de 5 dias para pagar a quantia estipulada por um geólogo pelo prejuízo causado.

Dia 19/21 - 1991 - Expedição para procurar a Furna do João Moreno, também conhecida por Gruta do Manhengo com o nome de "Alvo Moreno 91", em que participaram. Luís Vasconcelos, João Silva, Luís Pimentel, José Maria. Ao que se pensa foram localizadas duas bocas dessa furna, mas completamente entulhadas. Visitou-se as Galerias do Forninho, a Furna do Lavar, Furna do Beber e desceu-se à Caldeirinha de Pero Botelho.

Dia 21 - 1987 - Publicação em Diário da República do Decreto Legislativo Regional nº.13/87/A, que cria a Reserva Natural Geológica do Algar do Carvão.

Dia 22 - 1996 - Os membros da missão de geólogos dos Serviços Geológicos de Portugal, Profs. Zbysewsky, Veiga Ferreira e Artur Medeiros, visitaram o museu dos Montanheiros manifestando a mais viva admiração pelas explorações realizadas.

Dia 24 -1988 - Atuação do Coro da AMIT no Algar do Carvão, numa iniciativa do Ministro da República, destinada aos participantes no Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas.

Dia 24 - 1997 - Neste dia começou a primeira de duas expedições bioespeleológicas internacionais feitas nos Açores, financiadas pela National Geographic Society e dirigidas pelos Profs. P. Oromi e P. Ashmole, que lideram uma equipa de 5 biólogos oriundos da Universidade de La Laguna Canárias. Os Montanheiros colaboraram nos trabalhos de campo desta expedição. Fizeram-se capturas na: Gruta das Agulhas, Gruta dos Balcões e Gruta do Coelho. Numa fase posterior deslocaram-se às ilhas de São Jorge e do Pico.

Dia 29/30 - 1979- “Operação Caranguejo”. Os Montanheiros Manuel Aguiar e Jorge Silva foram resgatar Jorge Martinez cidadão porto-riquenho de 23 anos, que havia caído no algar da Furna Abrigo, na montanha do Pico, com cerca de 40 m. A operação levou cerca de 35 minutos, em que Manuel Aguiar desceu o algar para resgatar o indivíduo do seu interior, onde permanecera 18 horas desde a sua queda, tendo-o amarrado a uma maca que foi içada. O sinistrado tinha fraturas e lesões mas encontrava-se com vida. Correspondeu-se com os Montanheiros durante vários anos após o sucedido.

 

AGOSTO

Dia 1 - 1972 - Os Montanheiros realizaram neste dia mais uma expedição á Gruta dos Balcões.

Dia 2/10 - 1991 - Os montanheiros Fernando Pereira, Manuel Aguiar e Paulo Borges participam no 6th International Sumposium on Vulcanospeleology no Havaii, a convite do Prof. William Haliday. Foi apresentado um trabalho intitulado "Grutas e Algares dos Açores".

Dia 2 - 1970 - Os Montanheiros acompanharam o geógrafo francês Gerard Mottet na visita a várias grutas da ilha Terceira, tendo este desenhado alguns esboços e ter tirado apontamentos. Visitaram o Algar do Carvão, a Gruta dos Balcões, a Gruta do Natal e Gruta das Agulhas.

Dia 5 - 1968 - Palestra na sede dos Montanheiros proferida pelo Prof. Georges Zbyzewky, com o tema "Contribuição para a Geologia da ilha Terceira".

Dia 8 - 1964 - Exploração da Galeria da Queimada na lha Terceira.

Dia 8 - 1970 - Descoberta e recolha de um fóssil de ave marinha numa pedra de 89 kg, na lagoa do Algar do Carvão. Pensa-se que poderá ser uma espécie de pardela extinta mas ainda está a ser estudado.

Dia 15/17 - 1966 - Durante 3 dias estiveram acampados na ilha do Pico 17 membros dos Montanheiros, entre eles o Américo Luiz, Arnaldo Melo e Eovaldo Moniz, tendo filmado vários aspetos da paisagem daquela ilha e da subida à montanha que efetuaram. Depois foram ao Faial tendo posteriormente regressado à Terceira.

Dia 18 - 1963 - 1ª descida do Algar do Carvão pelos Montanheiros. Embora ainda não tivesse sido fundado o grupo, muitos dos elementos participantes nesta descida fundaram em Dezembro desse ano "Os Montanheiros" Deslocaram-se 37 pessoas ao Pico do Carvão, tendo descido 17. Recolheram-se amostras de rochas, tiraram-se fotografias e elaboraram-se croquis do interior da cavidade. No interior encontraram-se inúmeras ossadas de animais, especialmente cães e cabras. O Sr. Manuel Alves foi o único do grupo a descer à lagoa. Encheu um garrafão com água que infelizmente partiu-se na subida. O relato da descida foi publicado no jornal "O Irresponsável" de 31 de Agosto.

Dia 21/26 - 1966 - Um grupo de filiados no Centro Especial de Espeleologia da Mocidade Portuguesa, formado pelos Afonso dos Santos, Artur Prazeres, Adelino Fonseca, Fernando Rocha e Carlos Henrique Blesk com o fim de conjuntamente com os Montanheiros visitarem as grutas da Terceira, visitou e fotografou o Algar do Carvão. Fez-se nesta altura também uma exploração conjunta à Gruta dos Balcões.

Dia 23 - 1981 -Visita de estudo à “Gruta da Brisa Azul” aberto ao público em geral.

Dia 26 - 1995 - Três jovens terceirenses, membros dos Montanheiros, Nuno Freitas, Miguel Carvalho e Luís Paulo, protagonizam ação inédita nos Açores ao instalarem vias de escalada numa rocha próxima da Ladeira Branca, em Angra do Heroísmo. Instalaram 6 vias de escalada, sendo a primeira delas designada como Via dos Montanheiros.

Dia 27 - 1962 - 2ª descida e Exploração do Algar do Carvão pelo Agrupamento CXI dos Escuteiros da Base Aérea 4. Desceram: Manuel Humberto Figueiredo, Vítor Hugo Fragueiro, Sargento Abel, Ilídio Gomes, Gualdino Ormonde, Eduardo Monteiro. Desceram até junto da Lagoa.

Dia 28 - 1995 - Faleceu Manuel Aguiar, presidente dos Montanheiros, vitima de cancro Foi um dos elementos mais ativos do grupo praticamente desde a sua fundação. Tendo chegado à ilha Terceira em 1964, começou a frequentar os bailes que se realizavam na sede, na altura na Rua de São João e depois a participar nas atividades do grupo. Recebeu um Voto de Pesar aprovado pela Assembleia Regional dos Açores. Será sempre uma das figuras maiores dos Montanheiros.

Dia 29 - 1990 - Acabou neste dia a expedição biospeleológica à ilha de S. Miguel denominada “Biospel-90". Topografou-se a Gruta do Pico da Cruz, o Algar da Rua do Carvão, Algar do Pico Queimado, Algar da Batalha e Algar da Ribeirinha , Gruta do Esqueleto, Gruta do Enforcado, Gruta de Água de Pau, Gruta das Escadinhas, Gruta de Rabo de Peixe.

 

SETEMBRO

Dia 5 - 1967 - Expedição de Américo Luiz, Rafael Azevedo e Paulo Alberto Martins à ilha do Pico, onde visitaram a Gruta do Henrique Maciel e Furna do Frei Matias.

Dia 5/10 - 1972 - Segunda expedição à Gruta dos Balcões, com 5 elementos (Américo Luís, Carlos Castanha, Jorge Silva, José A. Bettencourt e Corvelo), tendo sido reconhecida toda a gruta, ou seja, explorados 3760 metros de gruta. Os trabalhos preparatórios envolveram a sinalização do acesso desde os Picos Gordos ao local, parque de estacionamento, vedação de entrada na gruta e montagem de barracas de acampamento para a brigada exterior, incluindo abastecimentos e posto de socorro. Antes da entrada, no dia 5 às 19:00 horas, uma inspeção médica pelo Dr. Mário Lima. Permaneceram no interior da gruta 115 horas. À saída (na tarde de Domingo) nova inspecção médica e entrevista para a União. Como curiosidade observaram uma derrocada inexistente na primeira exploração e que bloqueou o acesso para uma das mais interessantes salas, a mais de 2000 m da entrada mas que havia ficado desenhada na primeira expedição. A meio da expedição José A. Bettencourt foi chamado pelos seus deveres profissionais e teve de abandonar a expedição,

Dia 5/10 - 1996 - Missão "Espeleo-Pico 96" à ilha do Pico durante os dias de 5 a 10 de Setembro. Participaram oito elementos: Jorge Silva, Fernando Pereira, Luís Vasconcelos, Paulo Barcelos, José Duarte, Sandro silva, Gerardo Pereira e José Maria. Visitaram a Gruta das Torres, Algar do Cabeço da Negra, Algar e Gruta do Canto da Serra, Gruta dos Túmulos, Gruta da Gajeira, Algar do Cabeço de Dório de Cima, Algar do Miradouro, Algar do Cabeço de Dório de Baixo, Gruta do Cão e Gruta dos Frades. A expedição contou com o apoio da Força Aérea Portuguesa que facilitou o transporte da equipa no Aviocar.

Dia 8/15 - 1995 - Missão espeleológica denominada "EspeleoLajes 95" à ilha do Pico. Deslocaram-se 8 elementos dos Montanheirosm tendo sido visitadas a Gruta do Gabriel, Algar dos Túneis, Gruta da Tia Adelaide, Gruta da Ribeira do Fundo, Furna da Sapateira, Furna das Pombas, Furna das Barbeiras, Furna das Cabras I, Furna das Cabras II, Algar dos Burros, Furna do Lemos, Furna da Baliza e Furna do Outeiro.

Dia 10/15 - 1997 - Os Montanheiros deslocam-se ao Pico numa expedição denominada “Madalena 97”, onde foi feito a inventariação de mais de uma dezena de cavidades vulcânicas. Deslocaram-se com o apoio da Força Aérea Portuguesa.

Dia 11/15 - 1990 - Missão à lha de São Jorge, com o nome de "Montoso 90". O objectivo principal foi a exploração do Algar do Montoso, situado no Pico do Carvão, sendo também conhecido por Algar do Carvão. Foram também visitadas a Gruta da Urzelina, Gruta da Ribeira Seca, Gruta do Pombal, Gruta do Pico Maria Pires e Gruta do Pico dos Suspiros.

Dia 21 - 1987 - Deu-se início aos trabalhos de construção dos acessos ao interior do Algar do Carvão.

Dia 22 - 1969 - Iniciou-se a 2ª fase, construção dos muros de vedação do caminho de acesso ao Algar do Carvão. Para mais tarde estava prevista a pavimentação em betuminoso deste caminho.

Dia 23 - 1994 - Um membro dos Montanheiros, em trabalho de campo na ilha do Pico, viu e denunciou uma máquina a arrotear uma pastagem junto à Furna do Frei Matias tendo tapado vários algares e entradas da Gruta do Frei Matias.

Dia 25 - 1966 - Palestra proferida pelo Ten. Cor. José Agostinho na sede dos Montanheiros, na altura na Rua de São João.

 

OUTUBRO

Dia 1 - 1972 - Expedição a São Jorge, com realização da exploração e levantamento topográfico da Gruta do Leão, Gruta da Beira e Algar das Bocas de Fogo, feitas por Américo Luís e Rafael Azevedo.

Dia 1/6 - 1993 - Entre os dias 1 e 6 de Outubro decorreu a missão "Speleovimes 93" à ilha do Pico. Contou com a participação de oito elementos dos Montanheiros: Jorge Silva, José Bettencourt, Manuel Aguiar, Luis Vasconcelos, Luis Pimentel, José Botelho, José Ficher e João Magina. Exploraram e filmaram algumas grutas na zona oeste da ilha. No dia 4 realizou-se uma palestra no Externato Particular da Madalena sobre vulcanoespeleologia, apresentada pelo Manuel Aguiar.

Dia 5/11 - 1994 - Decorre entre os dias 5 e 11 uma expedição denominada "PoisoSpel 94" à ilha de São Jorge. Participaram: José Maria, Jorge Silva, Luís Vasconcelos, Luís Pimentel, José Ficher, José Manuel, José Duarte, Alfredo Moniz e Marco Ficher. Visitou-se a Gruta dos Encantados, Furna do Poio (=Furna dos Tijolos), Gruta da Ribeira do Almeida, Furna da Vigia, Algar do Montoso, Furna da Preguiça, Furna das Pombas.

Dia 7 - 1934 - Descida do Sr. Guilherme Ramalho, chefe dos Escoteiros de Portugal, secção de Angra do Heroísmo ao Algar do Carvão. Foi pendurado numa corda com várias pessoas a segurar no exterior, o que tornou a subida extremamente difícil. Regressou com pedras que na altura pensava-se serem de natureza calcária que estiveram expostas na Loja dos Panos em Angra.

Dia 13/17 - 1970 - Américo Luiz e Rafael Azevedo deslocam-se á ilha do Pico onde descobriram o Algar dos Montanheiros e mais algumas grutas. Na altura chamaram apenas Algar Monstruoso, sendo depois alterado para Montanheiros em homenagem aos descobridores.

Dia 14 - 1934 - Uma semana após a descida do Sr. Guilherme Ramalho, mais 5 pessoas deslocaram-se ao Algar do Carvão e fizeram a descida, de acordo com instruções que haviam recebido do mesmo. Pela primeira vez foi atingida a lagoa que ao que parece estava com bastante água. O relato da descida está no Jornal "A União" de 17 de Outubro de 1934.

Dia 14 - 1989 - Expedição Bioespeleológica à ilha do Faial designada por "Capelo 89". Pela primeira vez foi efetuada a descida da Furna Ruim e exploraram-se a Gruta do Parque do Capelo e a Gruta do Cabeço do Canto.

Dia 15 - 1997 - Os Montanheiros realizam obras de ampliação no Museu Vulcanoespeleológico, estando encerrado ao público. As obras realizaram-se entre 4 de Outubro de 1997 e 20 de Fevereiro de 1998.

Dia 21/23 - 1992 - Abate de incensos existentes na boca da Furna do Enxofre na ilha Graciosa, a fim de facilitar o arejamento e escape dos gases tóxicos que se acumulavam no interior. Foi uma solicitação dos Serviços Florestais e ficou conhecida por "Missão Pittosporum". Contou também com a colaboração da Câmara Municipal de Santa Cruz.

Dia 23 - 1965 - Os Montanheiros agradecem ao Presidente da Junta Geral de Angra, o auxílio por seu intermédio concedido, através das Obras Públicas e Estação Agrária, para a obra de abertura do túnel de acesso ao Algar do Carvão.

Dia 25 - 1992 - Deslocação ao Pico do Funil para reconhecimento ao Algar do Pico do Funil. Foram três elementos: José Maria, Fernando Pereira, Luís Vasconcelos e Odília Teixeira. Localizou-se também neste dia a Gruta de Santa Catarina.

Dia 28 a 5 Nov - 1988 - Missão à ilha de São Jorge denominada "São Jorge 88". Foram exploradas as Bocas do Fogo, a Gruta do Leão e a Gruta da Beira. Participaram nesta missão: Fernando Pereira, Manuel Aguiar, Luís Parreira e Marcelina Alves.

 

NOVEMBRO

Dia 1 e 3 - 1991 - Conclusão dos trabalhos de vedação da boca do Algar do Carvão com arame farpado, de modo a impedir as pessoas de se aproximarem demasiado do precipício.

Dia 1 - 1992 - Exploração da Gruta de Santa Catarina pelos elementos dos Montanheiros: José Maria, Fernando Pereira, Luis Vasconcelos e Odília Teixeira.

Dia 2 - 1969 - Um grupo de 7 Montanheiros (Davide Rendeiro, Fernando Ávila, José Silva, José Gabriel, Manuel Aguiar, Manuel Corvelo e Rogério Silva), deslocou-se até à zona da Salga a fim de localizar uma gruta de que se falava. Desceram a costa e encontraram perto da linha do mar a entrada de uma gruta. Entraram e percorreram-na até ao fim que estava obstruído com terra. Batizou-se de Gruta das Agulhas porque num determinado sítio do teto existia um “tapete” de estalactites pontiagudas, com alguns centímetros de comprimento.

Dia 10 - 1991 - Reconhecimento e filmagem da Gruta de santo António, no Porto Martins.

Dia 16 - 1969 - Estudo topográfico da Gruta do Natal. Foi nesta altura que se finalmente concluiu que a Gruta não passava sob a Lagoa do Negro como era anteriormente pensado.

Dia 17 - 1968 - Iniciou-se a construção da escadaria de madeira no interior do Algar do Carvão.

Dia 21 - 1993 - Início dos trabalhos para colocação do monumento “Os Montanheiros e a Natureza” da autoria de Renato Costa e Silva, no triângulo da entrada para a estrada José Ataíde da Câmara que dá acesso ao Algar do Carvão. Este monumento foi renovado durante o ano de 2013.

Dia 24 - 1991 - Uma equipa constituída por José Maria, Luís Vasconcelos, Fernando Pereira e Odília Teixeira, em prospeção na zona do Pau Velho, descobriram uma nova entrada junta a criptomérias, que revelaria mais tarde ser um novo troço da gruta dos Balcões.

Dia 30 - 1969 - Nas comemorações do 6º aniversário da associação, os Montanheiros convidaram a população a visitar a Gruta das Agulhas no Porto Judeu. Para o efeito foi construída uma escadaria em madeira que permitia o acesso mais fácil à entrada da gruta. Durante dois dias (30 novembro e 1 de dezembro) a gruta esteve aberta ao público tendo sido visitada por milhares de pessoas.

Dia 30 - 1973 - Doação aos Montanheiros, por José Ataíde da Câmara e mulher, de uma fração de terreno com área de 3 ha de biscoito inculto, compreendendo o Algar do Carvão.

Dia 30 - 2012 - Na comemoração do 49º Aniversário dos Montanheiros utilizou-se pela primeira vez a nova sala multiusos da sede. Foi o culminar de um conjunto de obras que duraram cerca de 7 meses, e que permitiram a construção de uma sala de multiusos e nova biblioteca, a renovação do museu, secretaria e pátio.

 

DEZEMBRO

Dia 1 - 1963 - A ideia de fundar os Montanheiros apareceu em 1963, durante uma visita à Mata da Esperança onde um grupo de amigos resolveu almoçar. O Américo Luiz lembrou-se de formar uma sociedade. Começou-se a pensar em comprar o material necessário para a exploração de grutas e algares e numa sede onde se pudessem reunir. No dia 1 de dezembro reuniram-se na nova sede na Rua de São João 127 (por cima da loja do Tomás Borba) e fundaram "Os Montanheiros - Organização de Campismo Terceirense". Foram aprovados os estatutos, que no entanto só foram ratificados pelo Governo Civil em 1967, após várias correções.

Dia 1 - 1964 - Neste dia comemorou-se o 1º aniversário dos Montanheiros na sede da Rua de São João. Durante o primeiro ano os Montanheiros realizaram 15 excursões, incluindo uma à ilha Graciosa, 21 expedições de estudo, 14 serões familiares, seis filmagens e 20 explorações de grutas. Para o aniversário foi montada uma exposição com fotos e amostras geológicas. Esta exposição durou 13 dias e foi visitada por mais de 1000 pessoas.

Dia 1 - 1968 - Nas comemorações do 5º Aniversário, inaugurou-se a estrada com cerca de 800 m, o túnel com cerca de 50 m e a escada em madeira com 161 degraus dispostos em 7 lanços, provisória, construída para o efeito até à plataforma por cima da lagoa, colocou-se iluminação e convidou-se a população a visitar o Algar do Carvão, tendo 2 500 pessoas visitado. Estiveram presentes o Sr. Governador do Distrito e o Sr. Comandante da Força Aérea Americana (através do programa “people to people” secção de engenharia, na abertura da estrada) a quem foi publicamente agradecido as contribuições recebidas. Houve ainda o agradecimento público ao Sr. José da Câmara pela cedência do Algar e terreno da estrada aos Montanheiros.

Dia 1 - 1971 - Nas comemorações do 8º aniversário foi apresentado o Hino dos Montanheiros com letra e música do Sr. António Mendes. Foi interpretado por: Conceição Rocha, Manuel Gorgita, acompanhados à viola e violão por João Silva e Manuel Dutra. Foram também entregues diplomas aos Srs. José Ataíde da Câmara e Francisco Ramos Ferrreira. A palestra ficou a cargo da Dr.ª. Reinalda Malafaia.

Dia - 1985 - Neste dia a integrada nas comemorações do 22º Aniversário, foi lançada a primeira pedra da futura sede dos Montanheiros na Rua da Rocha 6/8. Estiveram presentes o Secretário Regional da Educação e Cultura Dr. António Mendes, o Monsenhor José em Lima, em representação do Sr. Bispo, o presidente da Câmara Municipal de Angra Prof. Leopoldino Tavares e outras entidades públicas. Houve ainda a saudação das filarmónicas Fanfarra Operária e da Recreio dos Artistas.

Dia - 1986 - Foi neste dia inaugurada a nova Sede dos Montanheiros na Rua da Rocha 6/8. Este acontecimento foi integrado nas comemorações do 23º aniversário da associação. Pelas 21 horas e com a presença do Presidente do Governo Regional, Dr. Mota Amaral e o Sr. Bispo D. Aurélio Granada Escudeiro, inaugurou-se e benzeu-se as instalações, que ainda muito desprovidas de mobiliário e equipamento. Foi montado uma exposição provisória de algumas amostras geológicas no local onde se haveria de instalar o Museu Vulcanoespeleológico Machado Fagundes alguns anos mais tarde.

Dia 1 - 1998 - Foi inaugurada neste dia a casa apoio à Gruta do Natal, integrado nas comemorações do 35º aniversário dos Montanheiros. Foi celebrado uma missa no interior da gruta nesse mesmo dia. No ano seguinte a Gruta do Natal abriu pela primeira vez ao público como gruta turística, tendo sido o primeiro tubo de lava aberto ao público nos Açores.

Dia 6 - 1992 - Descoberta de buracos perto da zona do Pau Velho, que mais não eram que entradas para a Gruta dos Buracos. Foram exploradas alguns desses buracos dias mais tarde.

Dia 8 - 1972 - Organizado pelo Gabinete de Estudos Espeleológicos da Universidade de Lisboa, realizou-se nesta data o 1º Colóquio Nacional de Espeleologia em Lisboa. Os Montanheiros participaram com o envio de um trabalho sobre “Chaminés vulcânicas e Canais Lávicos” ilustrado com fotos.

Dia 13 - 1988 - Missão à ilha de São Jorge denominada "Montoso 88". Visitaram a gruta do Leão, em que se efetuaram filmagens e o Algar do Montoso. Esta expedição contou com o apoio da Força Aérea Portuguesa.

Dia 19 - 2003 - É aprovada por unanimidade a proposta do Grupo Municipal do PS para atribuição da Medalha de Mérito Municipal aos Montanheiros.

Dia 23 - 1982 - Assembleia-geral dos Montanheiros aprovou a aquisição do prédio, sito na Rua da Rocha 6 e 8, para instalação da futura Sede social.

Dia 24 - 1990 - Aquando dos trabalhos preparativos para a tradicional missa e presépio na gruta do Natal, num intervalo para descanso, que alguns elementos dos Montanheiros descobriram o Algar do Mistério. No entanto não desceram pelo que não perceberam que havia uma gruta associada a este algar.

Dia 25 - 1969 - 1ª Missa de Natal na Gruta do Natal, pelas 12 horas, pelo venerando Arcebispo de Goa e Patriarca das Índias Orientais Sr. D. José Vieira Alvernaz, acolitado pelos Reverendos Senhores Cónego Jeremias Machado da Rocha Simões e Dr. Vasco Parreira. Primeira vez em que esta Gruta, conhecida por Gruta do Cavalo foi aberta ao público. Com esta missa, em que participaram cerca de 500 pessoas, mudou-se o nome para “Gruta do Natal”. Os preparativos envolveram o arranjo da estrada de acesso, parque de estacionamento para automóveis, construção da escadaria de acesso e iluminação da lagoa e interior da gruta. Foi construída uma escada em madeira, com 43 degraus e em dois lanços vencendo assim o desnível de 10 metros. Foi também construído o Altar e uma cruz em pedra. Várias entidades foram convidadas para assistirem à missa.

Dia 25 - 1970 - 2ª Missa na Gruta do Natal. Os preparativos levaram os Montanheiros a fazer melhoramentos no acesso, a “ampliar” as salas da gruta. Colocaram-se várias árvores de Natal iluminadas com séries de lâmpadas. Foi montado também um presépio de figuras em tamanho real junto ao Altar. Construiu-se uma casa rústica, o “Lar do Montanheiro”, semelhante às do séc. XVIII, cópia fiel da habitação tradicional, utensílios, mobiliário, vestiário e até costumes representados por 2 figuras (manequins), seguindo-se um beberete em que predominou um vinho dos Biscoitos. Pelas 11:00 horas o Sr. Patriarca das Índias D. José Vieira Alvernaz celebrou a Missa de Natal, acolitado pelo Cónego Jeremias Simões e Dr. Vasco Parreira, em que assistiram cerca de 700 pessoas.

Dia 25 - 1971 - 3ª Missa na Gruta do Natal. Os Montanheiros embelezaram os terrenos circundantes à gruta, construindo um fontanário, fazendo um pequeno jardim com canteiros de azáleas, japoneiras, plantadas também nas paredes e junto à entrada. Beneficiaram também o “Lar do Montanheiro” rebocando as suas paredes e caiando-as de branco, cobrindo o seu teto com telha regional. No interior foi colocado novamente árvores de natal iluminadas, sinos, estrelas e capacetes espalhados pela gruta. Pelas 12:00 foi celebrada no interior da gruta a Missa de Natal, pelo Bispo de Angra e ilhas dos Açores D. Manuel Afonso de Carvalho, acolitado pelo Cónego Jeremias Simões, ao qual assistiram cerca de duas dezenas de pessoas. No fim da missa foi batizada a menina Carla Cristina Marcelino, filha de Manuel Silveira Marcelino e Berta Maria Meneses.

Dia 25 - 1978 - Missa do Natal na Gruta do Natal, pelas 12:30, celebrada pelo Sr. Bispo de Angra e ilhas dos Açores D. Aurélio Granada Escudeiro. Depois da missa e até às 17 horas esteve presente um presépio vivo, onde constavam 16 quadros.

Dia 25 - 1983 - Missa na Gruta do Natal, pelas 12:00 horas, celebrada pelo Sr. D Aurélio Granada Escudeiro, na presença do Ministro da República General Conceição e Silva. No final da cerimónia litúrgica foi batizada uma criança de nome Luís Miguel, filho do Montanheiro José Manuel Oliveira e de Idalina de Fátima da Purificação da Costa Oliveira. A todos os convidados foi oferecido um cozido convencionado nas Furnas do Enxofre. Durante o dia visitaram a gruta mais de 400 pessoas.

Dia 25 - 1987 - Missa de Natal, pelas 12:00, no Algar do Carvão, com a presença de D. Aurélio Granada Escudeiro. O Algar manteve-se aberto ao público entre as 11:30 até às 14:00. Foi a primeira eucaristia realizada nesta gruta.

Dia 28/29 - 1996 - Nestes dois dias decorreram trabalhos topográficos na Furna de Água e Furna do Cabrito por uma equipa de cinco elementos dos montanheiros.

Dia 30 - Eovaldo Moniz (elemento dos montanheiros) e Carlos Paiva realizaram uma exposição de pintura na sede dos Montanheiros, na Rua de São João nº 108.

Facebook

Notícias

Terceira FLÁVIO CRISTÓVAM GRAVA UMA DAS SUAS FORTITUDE SESSIONS NO ALGAR DO CARVÃO Terça, 13 de Novembro de 2018

Flávio Cristóvam já se tornou

Mais Notícias

Agenda

Pico TROCA DE PLANTAS E SEMENTES Domingo, 18 Novembro, 2018 Mais Eventos