Gruta do Natal

Esta gruta, inicialmente conhecida por Galeria Negra, foi rebaptizada por Gruta do Cavalo, aquando das primeiras explorações, por lá terem sido encontrados restos de uma ossada de um cavalo que havia caído pela abertura de entrada. Mais tarde, conquistando o “mistério” que aquela gruta representava no passado, os Montanheiros iniciaram algo que se tornaria numa singular tradição.

Assim, após 25 de Dezembro de 1969, com a celebração pelo Patriarca das Índias D. José Vieira Alvernaz, passou a chamar-se de Gruta do Natal. Esta data marca ainda a abertura da gruta pela primeira vez à população, para tal tendo sido construído um acesso simples e instalada uma iluminação rudimentar.
Têm sido realizadas, noutros anos, a Missa de Natal, tendo a gruta sido já palco também de um baptizado e de um casamento.

Localização

A Gruta do Natal localiza-se junto aos Picos Gordos, ainda dentro da Reserva Florestal Natural da Serra de Santa Bárbara e Mistérios Negros, mas já integrada numa zona fortemente humanizada, rodeada de pastagens de altitude e matas de criptomérias.
Com uma localização privilegiada, encontra-se junto a uma estrada asfaltada de grande afluência, principalmente de Verão, em boa parte também devido ao facto de se encontrar frente a uma pequena mas bonita lagoa – Lagoa do Negro – em redor da qual podem ser observados com alguma frequência pessoas a fazerem os seus piqueniques. Para mais, a estrada constitui ainda ponto de passagem de algumas excursões turísticas. Tem as seguintes coordenadas 38°44’14.73″N 27°16’6.63″W.
Adiante-se ainda o facto de ser das poucas grutas visitáveis da ilha Terceira que possui desde há inúmeros anos uma placa de sinalização, num cruzamento de estradas a 500 m, que indica a sua existência e localização.

A Gruta

O interesse desta associação pela exploração turística desta gruta deve-se, em primeiro lugar, à relação histórica e sentimental que a associação sempre manteve com esta cavidade. Mas também ao facto de, entre todas as grutas que existem na ilha Terceira, esta ser a que melhores condições oferecia para a exploração turística, bem como ao facto de constituir uma estrutura geológica complementar a um algar.
A génese da gruta é incerta. Uma explicação aponta para a sua origem nas correntes de lava originadas por erupções fissurícolas, ocorridas num vale encaixado que outrora existiu entre os picos que constituem a paisagem local.
Trata-se de um tubo de lava com um total de 697 m de comprimento total, na sua quase totalidade de trânsito fácil, em chão com pouco desnível e tectos altos. O circuito interno é feito para que não haja necessidade do visitante percorrer o mesmo trajecto na ida e na volta. Importante é também a história cultural e tradicional que esta gruta possui, bem como o valor científico em formações geológicas.
No seu interior poderão ser observados estruturas geológicas diversas como escorrências de diferentes tipos de lava, estafilites e balcões laterais.
Apresenta-se como um espaço didáctico a que cada vez mais recorrem os professores, acompanhados das suas turmas, para melhor compreenderem as manifestações vulcânicas que se encontraram na génese destas ilhas.
Foi no passado palco de inúmeros actos de vandalismo pelo que o acesso é agora condicionado.

A Casa-apoio

Num passado distante Os Montanheiros haviam construído uma casa – tipo palheiro – para dar apoio às explorações de então à Gruta do Natal, no entanto a simplicidade da estrutura teve por consequência a sua degradação, mercê também dos actos criminosos a que foi sujeita.
Finalmente em 1998 os Montanheiros conseguiram dar início ao projecto da exploração turística da Gruta do Natal, com a construção de uma nova casa-apoio, perfeitamente integrada na paisagem envolvente. Este edifício tem por funções: albergar o sistema gerador e controlar a electrificação permanente da gruta, protegê-la do vandalismo e valorizá-la, criando as condições mínimas para que os visitantes possam encontrar na Gruta do Natal a possibilidade de tomar um primeiro contacto e poder usufruir das belezas e novidades que um tubo de lava tem para oferecer.
O edifício alberga ainda instalações sanitárias, sala para o Gerador e túnel com escadas de acesso, ao interior da Gruta. Inaugurado a 1 de Dezembro de 1998, data do aniversário da associação, abriu ao público regularmente a partir de 1 de Junho de 1999.

Visitas à Gruta do Natal

É possível visitar a Gruta do Natal durante todo o ano, quer na época baixa, com aberturas semanais com dias fixos e quer na época alta, com aberturas diárias.

ÉPOCAS DE ABERTURAS DA GRUTA DO NATAL

AVISO:

COMO MEDIDA DE PRECAUÇÃO DO PLANO DE CONTIGÊNCIA DO COVID19,  A GRUTA DO NATAL TERÁ NOVOS MÓDULOS DE ABERTURA.

A Direção da Associação Os Montanheiros


ABERTURAS

  • Apenas por reserva
  • Reservas 24h de antecedência
  • Sujeitos à disponibilidade
  • Agradece-se a pontualidade

 PREÇÁRIO DA GRUTA

(Os bilhetes são adquiridos no local | Liquidações apenas após as entradas nas grutas | Duração da visita: 20-30min)

  • Grupos até 30 pax: 270,00 € (valor mínimo de abertura)
  • Grupos mais de 30 pax: 9,00 €/pax

 


 


CONTATOS

 


INFORMAÇÕES | RECOMENDAÇÕES

  • É obrigatório a desinfeção das mãos à entrada
  • É obrigatório o uso de máscara durante toda a visita
  • Durante toda a visita deverá manter a distancia de segurança entre os outros visitantes
  • Deverá cumprir com a etiqueta respiratória
  • Seguir sempre as indicações dos funcionários dos Montanheiros

 

  • Os visitantes percorrem um pequeno percurso sobre o piso original da gruta e há uma secção que o teto é mais baixo
  • Pouco recomendado para pessoas com algumas limitações.
  • Opte obrigatoriamente por calçado adequado e confortável, não vá de chinelos ou calçado de salto 
  • Aconselha-se casaco impermeável
  • É proibida a recolha de imagens com máquinas fotográficas munidas de tripé sem pedido de autorização prévio

 

Qualquer atividade humana, quer seja de carácter económico, científico ou de lazer, requer comportamentos e atitudes que garantam o pleno respeito pelo local. Relembramos o código do visitante e alguns conselhos:

– Não recolha ou destrua formações geológicas
– Não abandone resíduos no interior das grutas
– Não recolha espécies vegetais
– Não fume dentro das grutas
– Faça a visita de forma ordeira e responsável, seguindo os conselhos dos guias/funcionários dos Montanheiros

Contamos com a vossa visita e com a vossa colaboração, para a preservação e divulgação de um património que é de todos nós!

NATAL CAVE OPENING SEASONS

WARNING:

AS A PRECAUTION AND AS A PREVENTIVE MEASURE OF THE COVID19 CONTINGENCY PLAN, GRUTA DO NATAL WILL BE CLOSED WITH NEW RULES.

The Montanheiros Association Direction


OPENINGS

  • Only with pre-booking
  • Bookings 24h hours before
  • Subject to availability
  • Punctuality

 TICKET PRICES

(The tickets are bought at the cave | Payments only after the visit to the cave| Time of visit: 20-30 min)

  • Groups until 30pax: 270,00 € (minimum price)
  • Groups more than 30 pax: 9,00 €/pax
  • Unique Ticket: 12,00 €

 


 


E-MAILS

 

INFORMATIONS | RECOMENDATIONS

  • It is mandatory to sanitize yours hands at the entrance
  • It is mandatory face mask during the visit
  • During the visit please keep the safety distante between visitors
  • Respect the respiratory rules
  • Please follow the Montanheiros staff indications

 

  • The visitors walk on the original floor of the cave and there is a section with low ceiling
  • Not recommended for people with some limitations
  • It is mandatory to choose suitable and comfortable shoes, do not go in slippers or high heels
  • Waterproof jacket advised-
  • Photographs with tripods are forbidden inside the caves, without a previous request

 

All human activity, be it economic, scientific or leisure, should be carried out in full respect for the site. Within this area it is not allowed:

– To introduce, to catch, to capture, to humble ot to hold any animal or plant species
– The exploitation of geological resources
– To drop litter
– To smoke inside the caves
– Visit the cave with responsability and follow the guide advices

VISIT US AND HELP PRESERVE A HERITAGE WHICH IS ALSO YOURS!